21/02/2020 às 18:00 História da Foto

Foto da Dani - Treinar o olhar para buscar novos pontos de vista

158
1min de leitura

Por 7 anos eu pratiquei circo como meu esporte principal. Acrobacias de solo, saltos, tecido e cama elástica eram minhas principais atividades (muitos vídeos aqui).  A ideia das acrobacias é sempre parecer que é fácil, por mais difícil e doloroso que seja, de fato. 

Registrar os momentos e movimentos sempre foi uma grande diversão para mim durante os treinos, fiz centenas de fotos e vídeos de tudo que dava certo, e claro, do que dava errado. 

Um dia, após finalizar um exercício no tecido, deitei no colchão, morto, e fiquei olhando a Dani, personagem da foto, continuar seu número. Foi quando vi aquilo por um ângulo completamente diferente do que estava acostumado. A luz batia diferente, os cabelos dela se transformavam com a gravidade . Era tudo muito bonito para não registrar. Aqui a publicação original, em 2012

Dica:

A partir deste dia, comecei a olhar os números de tecido de outra forma, procurar novos pontos de vista para registrar. 

Essa foto é uma das minhas preferidas. E como eu disse no começo, sempre fazer parecer fácil o que não é. 

Você acha que esse sorriso não estava carregado de dores? Mas como a gente sempre diz, no circo, quando doe, machuca e rala: 

É A ARTE ENTRANDO!

foto feita com um iPhone 4

21 Fev 2020

Foto da Dani - Treinar o olhar para buscar novos pontos de vista

Comentar
Facebook
WhatsApp
LinkedIn
Twitter
Copiar URL

Tags

academia cia athlética circo fotografia de circo novos pontos de vista olhe para cima tecido acrobático treino de circo

Quem viu também curtiu

14 de Fev de 2020

A Flor de Maurício - Backup, muito backup

24 de Abr de 2020

Foto do Feijão - Especial Quarentena

28 de Fev de 2020

Panorâmica da Table Mountain - Esteja sempre preparado para a foto da sua vida

Olá, tudo bem? Espero que sim! Como posso te ajudar?
Logo do Whatsapp